Catequese

Pesquisa nacional busca saber como está a Catequese no Brasil

Pesquisa on-line da Comissão Episcopal para a Animação Bíblico-Catequética
da CNBB pretende ouvir catequistas em todo o país

Obter um diagnóstico sobre a Catequese a serviço da Iniciação à Vida Cristã, a partir da escuta ao maior número possível de catequistas, é o objetivo da pesquisa “A Catequese, hoje, no Brasil”, realizada pela Comissão Episcopal para a Animação Bíblico-Catequética da Conferência Nacional dos Bispos dos Brasil (CNBB).

A pesquisa pode ser respondida até 30 de novembro, por meio de um formulário on-line.

“O formulário é direcionado aos catequistas, compreendendo aqui não apenas aqueles que estão envolvidos na Catequese com crianças, jovens e adultos, mas também os que são responsáveis pela Catequese, por exemplo, do Batismo, do pré-Matrimônio, de pessoa com deficiência”, explicou, ao O SÃO PAULO o Padre Wagner Francisco, Assessor da Comissão Episcopal para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB.

Inicialmente, o formulário foi enviado aos coordenadores dos regionais da CNBB para que estes o compartilhassem com os coordenadores diocesanos e os catequistas. Também foi divulgado pelo site da Conferência e suas demais redes sociais oficiais para que mais catequistas possam respondê-lo.

INSTRUMENTO DE ESCUTA

Padre Wagner explicou que diante das rápidas transformações da sociedade atual, é indispensável saber como a catequese tem dado respostas aos desafios e quais sinais de esperança tem gerado para a educação da fé.

“Uma forma de se alcançar isso é escutando nossos catequistas. Portanto, a pesquisa objetiva ser esse instrumento de escuta da Comissão Episcopal para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB aos nossos catequistas presentes em todo o Brasil. Ela é um meio privilegiado para se alcançar um diagnóstico acerca da Catequese a serviço da Iniciação à Vida Cristã, hoje, em nosso País. É uma forma de observarmos as experiências e iniciativas de cada Regional e traçar metas, a partir delas, para os próximos anos”, enfatiza.

PONTOS DE ATENÇÃO

O formulário on-line é composto de 11 blocos de questões, nas quais o catequista deve informar a qual regional pertence, sua idade e nível de escolaridade, o perfil de seus catequizandos (crianças, jovens, adultos, pessoas que se preparam para o sacramento do Matrimônio etc), há quanto tempo é catequista, bem como se percebe grande rotatividade de catequistas onde atua.

“Verifica-se em muitas realidades que o processo da Iniciação à Vida Cristã se fragmenta devido à mudança dos catequistas durante a caminhada. As causas são inúmeras, mas uma que sobressai é o abandono do catequista, devido ao fato de ele encontrar um novo trabalho ou começar um novo curso, tornando, com isso, os horários incompatíveis com o da catequese. Perceber isso, ajuda a compreender os pontos frágeis no itinerário e encontrar meios que viabilizem a superação de um eterno recomeço a cada ano”, detalha Padre Wagner.

No questionário, também se busca saber como é o envolvimento dos catequizandos com a comunidade e de como esta participa da Catequese.

“Escuta-se muito que os catequizandos e catecúmenos após celebrarem os sacramentos deixam a caminhada ou desaparecem da comunidade. Aqui está uma situação da ausência da própria comunidade: de um lado, a solidão catequética, ou seja, encontros e iniciativas separados e isolados dela; de outro, falta de afeto que resulta na ausência de pertença e compromisso. A realização da Catequese acaba por se tornar apenas missão dos catequistas e a participação da comunidade ocorre somente no dia da celebração do sacramento”, lamenta o Sacerdote.

Padre Wagner detalha que ao fazer este questionamento aos catequistas no formulário, a intenção é a de identificar tais situações e suscitar reflexões de como a comunidade pode se tornar o sujeito principal da Catequese, “consciente da sua tarefa de geradora de novos cristãos, a tal ponto que ela se alegre em fazer parte da caminhada, ao mesmo tempo em que vai se enriquecendo por meio dos dons e talentos desses novos discípulos, transformando-se e dando a ela mesma um novo rosto”.

O PÓS-PESQUISA

Após a realização da pesquisa, a Comissão Episcopal para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB irá ler e estudar os dados, e a partir deles traçar metas de trabalho, animação e ação para os próximos quatro anos.

“A intenção é perceber a que ponto nossa Catequese se encontra atualmente, e a partir dele oferecer iniciativas que contribuam para o fortalecimento da caminhada da Catequese em nosso País. Como a pesquisa proporciona um vasto leque de situações, certamente nossas atividades, a serem desenvolvidas, buscarão corresponder às necessidades e expectativas reveladas mediante as respostas dadas no questionário”, conclui Padre Wagner.

CLIQUE AQUI E ACESSE O FORMULÁRIO E PARTICIPE DA PESQUISA

Postagens relacionadas

Catequese: caminho que leva ao encontro com Cristo

A importancia da Oração

Eraldo

Bíblia e catequese serão temáticas abordadas em evento que celebra os 40 anos do documento “CATEQUESE RENOVADA”

Eraldo
Carregando....

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Politica de privacidade & Cookies