CatequeseCatequese de Crisma

O Pecado Imperdoável

No Evangelho de Mateus 12.31, 32 disse Jesus: Por isso, vos declaro: todo pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada. Se alguém proferir alguma palavra contra o Filho do Homem, ser-lhe-á isso perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será isso perdoado, nem neste mundo nem no porvir.

E em Marcos 3.29 diz: Qualquer, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca obterá perdão, mas será réu do eterno juízo. O Senhor Jesus declara que todo pecado e blasfêmia serão perdoados, mas a blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada. E o que é blasfêmia contra o Espírito Santo?

QUEM É O ESPÍRITO SANTO E QUAL A SUA OBRA?
É o Espírito Santo que nos dá o discernimento e nos convence do pecado (João 16.8); Ele derrama o amor de Deus em nossos corações (Romanos 5.5) e produz o nascimento de uma nova criatura (João 3.1 a 7); Ele nos fortalece para andarmos no caminho da verdade (João 16.13).

O Espírito Santo nos ajuda em nossas fraquezas , porque não sabemos como havemos de pedir, mas Ele intercede por nós junto ao Pai, até com gemidos inexprimíveis (Romanos 8.26).

O Espírito Santo de Deus realiza um trabalho íntimo na alma humana, é pessoal e todo desejo de santificação é nutrido por Ele. Cada impulso para o bem e para a verdade é implantado por Ele. Seu trabalho é indispensável à convicção, ao arrependimento e conversão para a salvação da vida eterna.

O PECADO CONTRA O ESPÍRITO SANTO
Jesus, mediante o Espírito Santo, bate à porta do coração e pede entrada (Apocalipse 3.20). Alguém não abre a porta, deixa-O esperando do lado de fora, com isso estará entristecendo o Espírito Santo do Senhor (Efésios 4.30).

Talvez com medo de que Ele entre, esse alguém resiste, pois não deseja ter a sua companhia (Atos 7.51). A consciência e o coração se tornam endurecidos (Hebreus 3.15). Procura afastá-lo, e acaba extinguindo o Espírito Santo (I Tessalonicenses 5.19). Finalmente o Espírito Santo o abandona.

Que triste e terrível fim. Ele bateu em sua porta e você não abriu, deixou-O esperando do lado de fora, resistiu-O, entristeceu-O, endureceu a sua consciência e o seu coração, procurou extingui-lo. Está consumado o pecado imperdoável contra o Espírito Santo a persistente rejeição contra os apelos do Espírito, e a desobediência, consumou. Portanto como diz o Espírito Santo, se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais o vosso coração (Hebreus 3.7, 8).

Muitos indagam a si mesmo, será que já blasfemei contra o Espírito Santo do Senhor? Mas é importante evidenciar, em que condições o Senhor Jesus declara a blasfêmia como pecado imperdoável. Justamente por ocasião da acusação dos escribas e fariseus, os quais imputavam a Ele a expulsão dos espíritos malignos pelo poder de belzebu, príncipe das potestades do mal.

Os escribas e fariseus não criam em Jesus Cristo como Filho de Deus, negavam as virtudes do Espírito Santo de Deus, pelo qual Jesus foi por Deus ungido e fazia muitas curas, milagres e maravilhas (Atos 10.38). A palavra do Senhor afirma que a desobediência e a constante rejeição contra os apelos do Espírito Santo também acaba constituindo em pecado imperdoável:

Lucas 10.16: Disse Jesus: Quem ouve a vós a mim me ouve; e quem rejeita a vós a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou. E no livro de Atos 3.22 e 23, a palavra diz: Moisés disse: O Senhor, vosso Deus, levantará dentre vossos irmãos um profeta semelhante a mim; a Ele ouvireis em tudo quanto vos disser.

E acontecerá que toda alma que não escutar esse profeta será exterminada dentre o povo. Desde o Antigo Testamento a palavra de Deus já alertava, I Samuel 2.25: Pecando homem contra homem, os juízes o julgarão; pecando, porém, o homem contra o Senhor, quem rogará por ele?

OS AÇOITES
No Evangelho de Lucas 12.47, 48, disse Jesus: O servo que soube a vontade do seu senhor e não fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites. Mas o que a não soube e fez coisas dignas de açoites com poucos açoites será castigado. E a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou, muito mais se lhe pedirá.

A CONDENAÇÃO
A palavra do Senhor na Carta Universal do Apóstolo Tiago 1.15 diz que havendo a concupiscência concebida, dá a luz o pecado; e o pecado sendo consumado gera a morte. E em I João 3.8 a palavra diz ainda que quem comete pecado é do diabo, porque o diabo pecou desde o princípio, sendo necessário que Cristo morresse na cruz para desfazer as obras do diabo.

Em Hebreus 6.4-6 a palavra relata: Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo. E provaram a boa palavra de Deus e as virtudes do século futuro, e recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus e o expõem ao vitupério.

Mas se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados (Hebreus 10.26).

A II Carta de Pedro 2.4-9 descreve que: Se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, havendo-os lançado no inferno, os entregou a cadeia da escuridão, ficando reservado para o juízo; e não perdoou ao mundo antigo, guardando Noé com mais sete pessoas ao trazer o dilúvio sobre os ímpios e condenou a subversão as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinzas, livrando Ló, o justo; assim sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos e reservar os injustos para o dia do juízo.

E no Evangelho de João 3.17 e 18, disse Jesus: Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado.

E ainda em João 12.47, 48, disse Jesus: Se alguém ouvir as minhas palavras e não crer, eu não o julgo, porque eu vim não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo. Quem me rejeitar a mim e não receber as minhas palavras já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado essa o há de julgar no último dia.
Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor (Romanos 6.23).

E no livro de Apocalipse 21.8 relata: Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte.

Disse o senhor: O que pecar contra mim violentará sua própria alma, todos os que me aborrecem amam a morte (Provérbios 8.36).

 

 

Postagens relacionadas

Encontro de catequistas do Brasil

Eraldo

Creio em Jesus Cristo

Lua

Os sacramentos

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Politica de privacidade & Cookies