IgrejaSantos & Devoções

São Maximino Bispo, Confessor

Este ilustre santo dos meados do século III e do IV, foi um dos mais destemidos defensores da fé. Maximino nasceu em Mouterre-Silly, no Poitou, na França de uma família das mais ilustre da região, sobretudo por ser uma família de santos.

A Igreja de Poitiers considera como tais três irmãos de Maximino: São Maxêncio, bispo de Poitiers, São Jouin de Marnes, e São Maximo, de Chinon, além de uma irmã.

Maximino, desejoso de aumentar seu saber com sólidos estudos, foi para Tréveris, então capital das Gálias, onde se pôs sob a conduta de São Agrício, que governava a igreja local com extraordinária reputação. Nessa tão boa escola logo se notabilizou pela solidez de seu espírito, a grandeza de sua fé, e a eminência de suas virtudes.

Recebendo a ordenação sacerdotal, cumpriu com perfeição todos os deveres de seu estado, de modo que, quanto Santo Agrício faleceu, ele foi escolhido para sucedê-lo em janeiro de 332.

São Jerônimo, em sua Crônica , fala da grande reputação que São Maximino adquiriu como bispo, nessa época tão difícil para a Igreja de Cristo. Ele no-lo representa como um generoso defensor da verdade, e como um dos mais corajosos bispos do tempo de Constantino, por ter recebido em sua diocese a Santo Atanásio, exilado pela seita ariana.

Do mesmo modo, Maximino recebeu também a São Paulo, bispo de Constantinopla, banido pelo imperador Constâncio, que tinha aderido à seita ariana.

Postagens relacionadas

O que é a Santa Missa?

Lua

Céu: o que a Igreja ensina sobre ele?

Lua

Jubileu 2025: São esperadas 32 milhões de pessoas na santa Sé.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Politica de privacidade & Cookies