IgrejaSantos & Devoções

Santa Cecilia

Santa Cecilia nasceu em Roma, por volta do ano 150. Certamente ela herdou a fé dos discípulos de São Pedro e São Paulo, que morreram martirizados em Roma. Ela é considerada a padroeira dos músicos, porque cantou salmos de louvor a Deus no momento de sua morte.

Cecília foi prometida em casamento, mas convenceu seu marido, Valeriano, em relação ao seu voto de castidade, explicando sua fé em Jesus Cristo. Ele a compreendeu e se converteu ao cristianismo junto com seu irmão. Os dois morreram martirizados por terem se tornado cristãos.

A Palma
A palma na imagem de Santa Cecília representa, na iconografia cristã, a vitória dos santos sobre a morte. É o símbolo de todos os santos que morreram martirizados por serem fieis a Jesus Cristo e seu evangelho.

Em seu martírio, Santa Cecília agonizou por três dias, dando glórias a Deus. Quando seu corpo foi encontrado, em uma das mãos ela mostrava três dedos; na outra, apenas um, indicando sua fé na Santíssima Trindade.

O Lírio de Santa Cecília
O lírio na imagem de Santa Cecília simboliza a sua pureza, sua castidade e sua virgindade. Desde criança Cecília fez voto de castidade e viveu sempre na pureza. A Igreja tem usado o Lírio como símbolo da Virgem Maria, a pessoa mais santa depois de seu filho, Jesus.

Existe uma variedade de Lírio, chamado Lírio da Páscoa, que simboliza a ressurreição de Cristo e também a nossa ressurreição para a vida eterna. É plantado um bulbo sem vida, mas dele brota um belíssimo Lírio. Analogamente, é o que acontece com os mártires do cristianismo: morrem sem nada, mas ressurgem para a vida eterna com cristo.

A Túnica de Santa Cecília
A túnica de Santa Cecília representa a veste dos justos, e significa que ela está revestida com a justiça de Deus. A cor branca representa a sua pureza e inocência, pois ela pedia que Deus guardasse seu corpo e sua alma das manchas do pecado.

O Manto de Santa Cecília
O manto azul de Santa Cecília representa o céu que ela buscou sendo fiel a Jesus Cristo. O azul é a cor natural do céu, como o vemos, e também representa a verdade. Mesmo martirizada, Cecília mostrou sua fé na Santíssima Trindade, verdade que ela defendeu com a própria vida.

Cecília também foi muito verdadeira com seu noivo, falando a ele de seu voto de castidade, obtendo sua aceitação.

Postagens relacionadas

Mensagem para a Quaresma

Lua

Por que ir à Missa aos Domingos?

Lua

Após a Crisma, avançar na Igreja e na vida

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Politica de privacidade & Cookies