Outros assuntos

Desafios da catequese no cenário da pós-modernidade

A catequese aparece no cenário eclesial como assunto controverso. Marginalização e incentivo são duas reações comuns ao tema. De fato, a catequese hoje sofre muitas críticas: doutrinação, sacramentalização, politização, ideologização, continuísmo, escolarização da fé, pastoral de manutenção, devocionismo popular.

Muitos a consideram carta fora do baralho, pois parece não levar em conta as mudanças atuais que as ciências do homem apresentam, especialmente a antropologia, a sociologia, a psicologia, e nem mesmo parece considerar os avanços da teologia. A catequese não se emparelha com a reflexão teológica.

— tão avançada no momento! Um abismo assustador separa estas duas realidades: a reflexão e a prática catequética. De outra parte, a catequese é respeitada, revalorizada. Assistimos a um autêntico porvir catequético. Nomes ímpares se dedicam a esse tema e a catequese virou foco de estudos, aprofundamentos, simpósios e congressos.

A secularização, aliada à evasão crescente de católicos da Igreja, e, por outro lado, a redescoberta do sagrado impulsionaram os pensadores católicos a se debruçar sobre o problema catequético, e não poucos são os que têm tomado a atividade catequética como esperança da Igreja do futuro. Multiplicam-se as ofertas de roteiros catequéticos; reaparecem os documentos oficiais de Roma ou das Conferências Episcopais.

Aumenta o interesse por cursos que formam catequistas, ajudando a refletir sobre o conteúdo e a didática da catequese. Há um desejo de saber para onde direcionar a ação catequética da Igreja, tão antiga quanto a Igreja mesma! Tal oferta parte de vários grupos, sobretudo das paróquias, das dioceses, das Conferências Episcopais, das editoras católicas.

E isso sem falar na evangelização. Se entendemos a catequese como evangelização, o leque de possibilidades aumenta vertiginosamente. Assistimos a um verdadeiro florescer do ímpeto evangelizador, ainda mais depois da intuição de João Paulo II, que desembocou no Projeto Rumo ao Novo Milênio. Apesar de o termo evangelização ser polissêmico, por dizer respeito também à ação pastoral da Igreja, percebe-se uma sensibilidade atual para a necessidade do anúncio da palavra de Deus.

Postagens relacionadas

Instituição do Ministério do Catequista é explicada a padres da Diocese

Escola Bíblico-Catequética

Eraldo

Missão do Catequista

Lua

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais

Politica de privacidade & Cookies