Catecismo de São Pio X

O Catecismo de São Pio X é um pequeno e simples catecismo, escrito pelo Papa São Pio X em 1905, com o importante objectivo de popularizar o ensino do catecismo na Igreja Católica e tornar os católicos mais informados e conhecedores da sua fé e doutrina. Este catecismo

tinha também a função de resumir o Catecismo Romano, que foi um produto importante do Concílio de Trento.

Índice

1 Características
2 Estrutura
3 Actualidade
4 Referências
5 Ver também
6 Ligações externas

 

Características
Este catecismo, publicado inicialmente em italiano, adopta o clássico "método dialógico de perguntas e respostas" [3] para expôr o essencial da doutrina católica, fornecendo por isso um conhecimento teológico básico para todos os católicos [1]. Este método, aliado à sua "linguagem clara e concisa", tornou-se mais adequado à formação dos jovens e adultos católicos do que o Catecismo Romano.
Em 2003, o então cardeal Joseph Ratzinger (mais tarde, Papa Bento XVI), afirmou que o Catecismo de São Pio X "tinha como características a simplicidade de exposição e a profundidade de conteúdos" .

Estrutura
Este catecismo, com cerca de 1000 perguntas e respostas, é estruturado da seguinte maneira:

Introdução - onde estão expostas as principais orações e fórmulas de doutrina católica;
Lição Preliminar: Da Doutrina Cristã e suas partes principais;
Primeira Parte: Do Símbolo dos Apóstolos, chamado vulgarmente o Credo;
Segunda Parte: Da Oração;
Terceira Parte: Dos Mandamentos da Lei de Deus e da Igreja;
Quarta Parte: Dos Sacramentos;
Quinta Parte: Das virtudes principais e de outras coisas que o cristão deve saber - nesta última parte, está exposto a doutrina sobre as virtudes, o pecado, as bem-aventuranças, a Tradição apostólica (oral e escrita), as boas obras (com particular destaque às obras de misericórdia) e os novíssimos.

Atualidade
Em 2003, o então cardeal Joseph Ratzinger (mais tarde, Papa Bento XVI), afirmou que o Catecismo de São Pio X continua ainda válido, porque "a fé como tal é sempre idêntica. Portanto, o Catecismo de São Pio X conserva sempre o seu valor. O que pode mudar é a maneira de transmitir os conteúdos da fé. [...] Mas isso não impede que possa haver pessoas ou grupos de pessoas que se sintam mais à vontade com o Catecismo de São Pio X. É preciso não esquecer que aquele Catecismo [...] era fruto da experiência catequética pessoal de Giuseppe Sarto [...]. Também por isso, o Catecismo de São Pio X poderá continuar a ter no futuro alguns amigos" [3]. Mas, Ratzinger ressalvou que o novo Catecismo da Igreja Católica e o seu Compêndio "possam responder da melhor maneira às exigências de hoje" .

 Referências
Catecismos
Site da Associação Cultural Montfort
Catecismo de São Pio X
Site da Editora Permanência
O catecismo num mundo pós-cristão
Uma entrevista com o cardeal Ratzinger (2003)


Imprimir   Email

Comentários (0)

Não há comentários postados aqui ainda

Deixe seus comentários

  1. Postando comentário como convidado. Inscreva-se ou faça login em sua conta.
0 Personagens
Anexos (0 / 3)
Compartilhe sua localização